.posts recentes

. Acidente com Grua na Baix...

. procuro foto dia 15/11/20...

. Viatura incendeia-se em f...

. Marchas Antoninas

. Colégio de StªMaria e An...

. Massamá

. Passagem de tornado nos A...

. Inudação Hoje (24 novembr...

. Fotos do Rio Este - Braga...

. falta de limpeza+canaliza...

.arquivos

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Este é um espaço de notícias e reportagens feitas pelos utilizadores do SAPO. Envie os artigos para aqui.
Depois de validação editorial serão publicados e, caso se justifique, destacados na Homepage do SAPO.
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006

Cheias e outras desgraças com história

Escrevo por solidariedade para com estas pessoas, por experiência própria
com o horror vivido numa inundação e também por indignação.



Vivemos num país rico em história, património e conquistas erguido pelos
bravos e heróicos portugueses desde a época dos descobrimentos. Tenho
orgulho em ser português e não nego as minhas origens em lugar nenhum do
mundo. Nem tão pouco me sinto inferior a outro povo qualquer do mundo, seja
ele o mais rico materialmente ou o mais evoluído tecnologicamente,
socialmente, etc.



Creio que o nosso antepassado não nos ensinou nada, temos esquecido ano após
ano, todo esse legado dos nossos antepassados mais longínquos ou mais
recentes. Ou por outro lado se não esquecemos, não aplicamos
convenientemente os ensinamentos da nossa vivência e da nossa história.



É um facto de que nem tudo o que acontece de mau no nosso país deva ser
atribuído às instituições oficiais (Governo, Autarquias, Juntas de
Freguesia, etc.). Cada um de nós também tem responsabilidades em várias
áreas da nossa sociedade.



Mas factos, são factos! E perante tamanha desgraça no que diz respeito às
inundações, não é necessário procurar muito para encontrar culpados! Que
porventura nunca serão culpados!

É muito mais importante inaugurar obras visíveis, à superfície porque são
aquelas que dão votos. Depois vem o resto, quando os programas de
intervenção subsidiados pelos nossos “patrões”, leia-se Comunidade Europeia,
os ricos (materialmente), aqueles que em tempos idos liderámos e que agora
nos rebocam e impõem vontades indiscriminadamente! Sim, porque o dinheiro
fala mais alto! A integração numa comunidade Económico-financeira, Social e
Politica não é isto certamente!



A prevenção só serve para gastar dinheiro, mentalidade de muito boa gente
com cargos de responsabilidade por este país fora. A prevenção não se vê! E
depois…? Se existisse uma prevenção demasiado profissional e eficaz que
evitasse muitas destas situações? O que é que poderia acontecer?

Certos organismos oficiais desapareceriam? Alguns prestadores de serviços
deixavam de ser úteis? Algumas das Juntas de Freguesia existentes seriam
fechadas? E o número de Câmaras Municipais colocadas em causa? Algumas
secretarias de estado deixariam de fazer sentido? Ministérios que seriam
postos em causa? E os Ministros, Secretários de Estado, sub-Secretários de
Estado, Secretários de Estado adjuntos, etc. que seriam dispensados? Não!
Exclamaria alguém, também ele indignado. Não pode ser!

Temos que actuar com eficácia após a desgraça. Diria alguém! Mobilizamos
toda a gente que seja necessária e damos a imagem que estamos preparados
para qualquer catástrofe natural e menos “natural”, leia-se cheias por
negligência de muitos! E depois fazemos (Governo) contas aos estragos
juntamente com Governadores civis e Presidentes de Câmara. Sim claro, fazem
as contas aos prejuízos pessoais de cada contribuinte, de cada munícipe sem
eles estarem presentes. Mas para quê a presença dos munícipes? Não é
necessário, porque as contas são embrulhadas na burocracia deste país e a
partir daí é o que se sabe! Não é?





António Amaro

Torres Novas
publicado por comunidade às 10:46

link do post | comentar | favorito
|

.Destaques

Cidadão Repórter

.tags

. albergaria a velha

. alcobaca

. Alcobaça

. alcool

. aljubarrota

. antónio costa

. arder

. arrábida

. avioneta

. baixa da banheira moita cheias

. blogs

. bombarral

. bombeiros

. calamidade

. câmara

. caparica

. carro incêndio fogo oeiras

. castelo branco

. Cerdeira do Côa

. charneca

. cigarros

. edp

. estado

. estudante

. fauna

. festa

. flora

. floresta

. fogo

. fogo posto

. fogos

. fotos

. galiza

. gasolineira

. gip

. GIP´s

. gnr. ministro

. governo

. homepages

. Ílhavo

. incendio

. incendios

. incêndios

. israel/libano

. judiciaria

. juventude

. kosovo

. leis

. lucro

. mação

. notícias

. on-line

. ota

. ouca

. ovni 2001

. pac

. peneda-geres

. Porto de Mós

. portugal

. proprietário

. pulseiras

. reportagens

. reservas ecológicas

. rtp1

. São Pedro do Sul

. sapo

. sardoal

. tabuaço

. tags

. tgv

. timor

. turquel

. vagos

. voluntarios

. vouga

. todas as tags

.subscrever feeds

.Uma página